09/12/2011

Dez motivos para liberarem a maconha

Hoje vou trazer uma lista um tanto polêmica, eu ia escrever um texto, mas listando fica mais descomplicado e objetivo, selecionarei alguns motivos para a liberação da maconha. É minha opinião e se você é contra seja educado e não ofenda a autora, sente a brisa e não me atormente. Espero que gostem, depois publico o texto que ficou grande, mas deu origem a postagem.

O álcool:


O primeiro argumento que uso é muito falado pelos usuários da maconha, enquanto a nicotina e o álcool destroem famílias inteiras a verdinha apenas dá uma sensação de relaxamento nos usuários. O cigarro possui em torno de 2.500 substâncias tóxicas, enquanto  os danos a saúde provocados pela maconha são apenas câncer no pulmão por uso excessivo ou perda de neurônios. O cigarro é a droga que mais mata no mundo, e quase 15% da população brasileira é fumante,  o álcool causa milhares de acidentes ao ano apenas aqui na cidade de São Paulo, já a maconha que traz pequenos danos ao usuário é marginalizada pelo mundo. Eu pelo menos nunca vi ninguém após fumar maconha estressado, querendo agredir a família, agora com o álcool a história já é bem diferente, sem contar nas famílias que perdem membros fumantes com os mais diversos tipos de câncer causados pelo fumo.

Dependência:


A maconha possui poder de vício quase nulo, pesquisas apontam que pessoas que usaram a droga de forma continua de um a dois anos conseguiram se manter longe dela de forma tranquila apresentando apenas pequenos níveis de ansiedade. Normalmente alguns experimentam a droga quando jovens e na vida adulta largam ela naturalmente. Enquanto o cigarro acompanha muitos até a morte, a maconha não apresenta casos de dependência.

Liberação não aumenta o uso:


Países como a Holanda, que liberou o uso da erva em 1976, mostram que liberar não aumenta o uso, pelo contrário. No momento que a droga é liberada o governo pode acompanhar os usuários e aquilo que era proibido perde a graça para muitos por ser legalizado. Os famosos coffeshops têm em sua maioria turistas e a venda só é permitida para maiores de dezoito anos com fiscalização acirrada, desde 1999 21% desses estabelecimentos foram fechados por irregularidade. Talvez se a liberassem o uso seria até reduzido, muitos dos que experimentam maconha fazem isso para se sentirem superiores.

Arrecadação de impostos:


Se a maconha fosse legalizada haveria a arrecadação de impostos, algo que elevaria o valor da droga (como com o cigarro que é estimado que o valor de imposto suba para 20%) e frearia o uso. Hoje temos o exemplo do cigarro que têm impostos absurdos, e mesmo tendo o contrabando de cigarros os cidadães de bem preferem pagar mais caro para não sujarem as mãos com um produto inferior fruto do crime. Além disso esses impostos poderiam ser usados para manter o funcionamento do Brasil (sei que parte ajudará nas despesas pessoais de alguns políticos corruptos), sendo investidos em; educação, saúde entre outras coisas, que facilitariam a vida dos brasileiros.

Ganhos na medicina:


Pesquisas apontam que o uso da Cannabis Sativa pode ter grande influência na luta contra a dor, graças ao seu efeito analgésico. Além da ajuda na terapia contra a dor, a maconha ajuda na luta contra: glaucoma, epilepsia e pessoas que têm frequentes espasmos musculares, isso tudo por que ela têm poder relaxante. Agora fica complicado um médico receitar aquilo que é proibido.

Não leva a outras drogas:


Ao contrário do que muitos pensam o uso da Marijuana não leva a outras drogas, lembrando que partindo dessa opinião muito usada pelos opositores a maior parte dos usuários de craque são fumantes. Agora partindo do meu raciocínio, a maconha é marginalizada e quando um indivíduo que sempre ouviu falarem mal dela vê que é inofensiva ele acaba experimentando drogas como a cocaína achando que é só exagero alheio.

Diminuição da violência:


Se as pessoas tivessem a oportunidade de comprar a droga em uma cafeteria sem muito esforço não haveria a necessidade de subir um morro de uma favela para se obter a droga. A violência seria reduzida, pois muitas pessoas deixariam de arriscar suas vida para obterem maconha.

Turismo:


Apesar do governo holandês tentar banir a presença de turistas de seus coffeshops, algo que  atraí os milhares de visitantes ao país é o fato deles tolerarem o uso de drogas. A economia do país iria bombar com a quantidade de turistas que seriam atraídos pelo liberalismo da terra canarinha. Seria uma jogada de mestre, que aumentaria o turismo no país.

Pequenos empresários:


Aqui temos grande influência do nosso tópico anterior. Se o turismo aumentasse, pequenos empresários teriam maiores oportunidades, além dos Coffe Shops que ajudariam na movimentação de dinheiro. Se tudo fosse feito corretamente muitas pessoas teriam oportunidade de crescer na vida, graças ao fluxo de turistas no país.

Fragilização do tráfico:


Acredito que vocês já estão cansados desse tópico, mas ele é um dos mais importante. Uma das maiores fontes de renda do tráfico de drogas é a maconha que atinge todas as classes sociais, agora se ela fosse liberada você acha que alguém iria subir o morro para ter algo que você pode ter na esquina de forma legal. Ninguém gosta de ajudar o crime, mas o fazem por não terem outra opção, as coisas iriam mudar se tivessem fácil acesso a droga. Além disso ficariam menos expostos a outras drogas se tivessem num local que fornecessem apenas a verdinha. O tráfico nunca iria acabar totalmente, pois até na Holanda ele ainda existe, mas diminuiria bastante fazendo com que diversas famílias humildes perdessem entes em tiroteios.

Conclusão:


A legalização não é a solução para todos os problemas, mas daria uma boa mão a polícia se fosse legalizada. Com leis rígidas como na Holanda o seu uso seria apenas um beneficio para a nação, se tudo fosse bem administrado daria certo. A implantação de Coffeshops, com limite de venda entre outras coisas ajudaria no combate ao crime organizado, tirando essa pérola dos traficantes. A solução para acabar com o tráfico não é reabilitar os usuários, e sim exterminar os traficantes para que a droga não chegue nas mãos dos jovens. Sem a maconha os traficantes teriam que trabalhar com outros tipos de drogas, e se o governo tomasse providências o Brasil deixaria de ser a maior rota de cocaína. Liberar não é a solução, mas ajudaria e muito.

10 comentários:

Agadê Estena disse... Responder Comentário

Concordo em parte com suas idéias..
Mas, muito bom o texto.
:D

Anônimo disse... Responder Comentário

Não concordo com as suas colocaçõe e nem com as opiniões,mas cada um é livre para expressar o que pensa ou acha.

Mas falando sério você comete muito erro de português.
Uma dica:quem escreve bem ,é quem lê muuuuiitooo!!

Anônimo disse... Responder Comentário

Bom texto...mas ela faz sim com que busque novas drogas para usar...depois de um tempo,ela perde a graça e depois você é meio que obrigado pelo cérebro a procurar uma nova droga para você se sentir satisfeito novamente!

Anônimo disse... Responder Comentário

meu deus, esse ultimo anonimo falou uma besteira muito grande, papo de igrejeiro!

Anônimo disse... Responder Comentário

tudo a ver como ela é marginalizada parece que é muita coisa mas após vc fumar vc ve q nao é nada e pensa o msm de outros drogas oq nao é verdade

LEGALIZE JÁ!

Anônimo disse... Responder Comentário

Eu usso um jack , tem tempo , nunca fiquei interesado em outras drogas : } , Um viva ao cannabis õ/

Bom Topico parabens :3

Anônimo disse... Responder Comentário

e isso ai tem que liberar mesmo amanha tem um bloco legalizado em são jose da coroa grande pernambuco em homenagem a chico science cantor pernambucano de maracatu atomico que antes de cantar tomava um copo de cafe com pao frances e realmente e um pernambucano.

Anônimo disse... Responder Comentário

Acho que as informações que você passou pode ser vista de vários modos,porém fumo.E não concordo com a maior parte do que você escreveu,mas respeito sua opinião.Fumo há muito tempo e acho que tem muitas idéias que tem ser bem analisadas.Mas foi legal a sua idéia,tem erros de português mas quem não erra.Parabéns!

Anônimo disse... Responder Comentário

Sinceramente, não concordo que a economia vai "bombar" com a liberação ou descriminalização da cannabis...fumo diariamente há pelo menos uns dez anos, e julgo que sou um viciado, então, esse papo de que maconha não vicia é balela, vicia sim, a diferença é que alguns conseguem viver e controlar esse vício. E acho também que o uso da maconha pode sim facilitar o envolvimento com outras drogas, afinal, vc já esta em um "submundo", a possibilidade de vc ter contato com o pó através de um fumados é maior do que com um padre....em tempo, português sofrível....rs

G.C disse... Responder Comentário

@Anônimo Sim, por isso que se liberassem a maconha nãao teriamos que entrar nesse submundo, não teriamos que ver traficante e sim o dono de um coffshop

Postar um comentário

Comentem livremente.
Comentar pode até não emagrecer, mas também não engorda!

Compartilhe