16 de dez de 2011

Os dez maiores naufrágios da história do cinema

Hoje eu apliquei aquele famoso copiar e colar do blog Os dez Maiores, mas é pelo fato de eu ter achado uma listagem bem interessante dos dez maiores naufrágios do cinema. Espero que gostem da lista, e que visitem o site dos nossos queridos colegas.


Não é de hoje que o tema "naufrágio" atrai e fascina milhões de pessoas através das gerações. O medo do desconhecido e a curiosidade de saber como o homem reagiria ao se encontrar em uma situação desfavorável, lúgubre e ainda tendo poucos recursos a que recorrer para se manter vivo desperta a atenção e o interesse de qualquer ser humano. Foi por esses e outros motivos que decidimos listar as 10 melhores histórias sobre a temática. Claro que diversos títulos ficaram de fora de nossa lista; muitos deverão sentir falta de filmes como Titanic, mas preferimos deixar esse filme para uma futura postagem sobre cinema catástrofe.

10. Mar Aberto (2003)


Mar Aberto é um dos mais modernos filmes que segua a linha naufrágio, mas que não traz nenhum navio afundando ou desastre em alto mar em uma noite chuvosa. O filme conta a história de um casal recém-casado e sem filhos que decidem se livrar do estresse do trabalho viajando durante as férias. Em um passeio de barco, o casal participa de um mergulho com um grupo de pessoas. Mas o pesadelo começa quando marido e mulher retornam à superfície e percebem que o barco que os trouxera se foi, deixando-os literalmente em mar aberto. O filme é tenso, claustrofóbico e bastante realista. O casal passa todo o tempo questionando suas próprias existências, o que faz o telespectador refletir também sobre sua própria vida. Os questionamentos e discussões do casal só cessam quando alguns tubarões aparecem. Aí eles só pensam em sobreviver.

09. O Corcel Negro (1979)


Talvez O Corcel Negro seja mais lembrado pela temática animal do que naufragista. A história se passa em 1946 na costa da África a bordo de um navio. O menino Alec Ramsey (Kelly Reno), que viajava com seu pai, ficou fascinado por um cavalo árabe que estava sendo transportado. Eis que o navio, então, afunda e apenas o pequeno Alec e o cavalo sobrevivem e ambos vão parar em uma ilha desolada. Nasce aí uma bela amizade entre o cavalo e o menino e, quando Alec é resgatado, o cavalo vai para casa com ele. Um dia o corcel foge e Alec o encontra no estábulo de um ex-treinador de cavalos que decide treinar a dupla para que eles vençam as corridas que disputariam. O filme conta com a participação do célebre ator Mickey Rooney e recebeu o Oscar de edição de som.

08. Naufrágio no Pacífico (1992)


Quando o sonho se transforma em pesadelo, tudo muda na vida de uma pessoa. Com Jack e Claire Carpenter não foi diferente. No começo dos anos 70, o casal partiu em um veleiro, juntamente com os quatro filhos, para uma aguardada viagem pelo Oceano Pacífico. O que eles não esperavam é que o barco afundasse após ser atacado por orcas. Em meio ao desespero, a família é então obrigada a passar 38 dias enfrentando grandes perigos e sobrevivendo graças a improvisos com o material que conseguira salvar do barco. Baseado em fatos reais, "Naufrágio no Pacífico" foi produzido para TV e é estrelado por Robert Urich. Vale a pena conferir! Um verdadeiro clássico da Sessão da Tarde!

07. Jogo pela Sobrevivência (2006)


Pouco conhecido aqui no Brasil, Jogo pela Sobrevivência (título original "Three") é um filme norte-americano que narra a história de um rico casal, Jennifer e Jack (Kelly Brook e Billy Zane) que decide viajar de iate pelos mares do Caribe no Natal. Um tripulante chamado Manoel (Juan Pablo Di Pace) causa um acidente no iate e este pega fogo, fazendo com que todos os ocupantes escapem através de botes salva-vidas. O trio acaba chegando a uma ilha e Jack acaba acusando sua mulher e o empregado de serem amantes e começa, então, um conflito entre os três. Os homens acabam competindo não só pela sobrevivência na ilha, mas também pelo papel de líder e por Jennifer. Ela e Manoel elaboram um plano de saírem da ilha e deixar Jack lá, mas o destino de todos é mudado graças (acredite!) a uma praga colocada em Manoel por uma ex-amante. Muito cuidado para não se afogar de raiva com o final.

06. A Viagem Infernal (1993)


Velejar em um calmo e ensolarado dia. Um passeio perfeito para quem curte um final de semana longe da agitação da cidade grande. E foi com essa ideia em mente que Allison Wilcox partiu, em agosto de 1991, em uma viagem pelo Oceano Atlântico com os amigos Eddy Provost e Mar Dupavillion. O que parecia uma aventura de verão logo se tornou em um inferno quando o barco em que eles estavam afunda após ser alcançado por um inesperado furacão, forçando-os a passar para um pequeno bote inflável à espera de socorro. Lançado em 1993, "Viagem Infernal" também foi produzido para TV e é baseado numa história real. Destaque para a cena em que o bote de Allison é cercado por vários tubarões.

05. Seis Dias, Sete Noites (1998)


Sabe aquela velha pergunta que todo mundo gosta de fazer: se você tivesse que ir para uma ilha deserta, quem levaria? É seguindo essa premissa que o filme "Seis Dias, Sete Noites" conta a história de Quinn Harris (Harrison Ford), um piloto que se vê em uma roubada após ser contratado pela executiva Robin Monroe (Anne Heche) para levá-la ao Taiti. Durante uma tempestade, Quinn é forçado a fazer um pouso de emergência numa ilha deserta e os dois são obrigados a se aturar enquanto esperam o resgate. Se é que ele vem...

04. A Família Robinson (1960)


Clássico da Disney, A Família Robinson foi baseado na obra literária "The Swiss Family Robinson" escrita por Johann David Wyss, em 1812, que, por sua vez, foi inspirado na história de Robinson Crusoé. O filme conta a história de uma família que estava de mudança para a Nova Guiné e teve seu navio atacado por piratas. Pai, mãe e três filhos (no livro são quatro) acabam naufragando em uma ilha tropical e são forçados a se salvar da ameaça dos piratas enquanto constroem um lar e exploram a vida selvagem da ilha. O filme mostra aos espectadores lindas paisagens, animais exóticos e a importância do trabalho em equipe. O elenco conta com o célebre ator John Mills, que anos antes havia protagonizado outra adaptação de uma obra literária para o cinema: Grandes Esperanças, de Charles Dickens, em 1946.

03. A Lagoa Azul (1980)


Exaustivamente exibido na Sessão da Tarde, A Lagoa Azul pode ser considerada a versão mais popular de um filme sobre naufrágio. A película conta a história de Emmeline e Richard, um casal de primos que sobrevivem ao lado do marinheiro Paddy a um naufrágio. Após ficarem à deriva, eles param em uma ilha no Pacífico Sul, e, depois que Paddy morre, eles têm de se virar sozinhos. O maior desafio de ambos é crescer e juntos descobrem as mudanças psicológicas, corporais e sentimentais típicas da idade. Emmeline e Richard têm, então, um filho, que, um dia, em um passeio no mar, come umas frutinhas supostamente envenenadas e o casal também termina por comê-las. Uma sequência lançada em 1991 retoma a história a partir daí, mas não alcançou o sucesso da primeira, que consagrou de uma vez por todas a atriz Brooke Shields.

02. As Aventuras de Robinson Crusoe (1954)

Os filmes sobre naufrágios só existem porque a figura do náufrago Robinson Crusoe apareceu em um romance homônimo escrito por Daniel Defoe no século XVIII, certo? Existem mais de 20 adaptações para o cinema sobre a história do aristocrata que passa nada mais nada menos que 27 anos perdido em uma ilha na América do Sul. Destacamos aqui a versão mexicana de 1954, tida por muitos como a melhor já feita, dirigida por Luis Buñuel, com o irlandês Dan O'Herlihy interpretando o personagem principal, que foi indicado pela Academia ao Oscar de melhor ator no ano seguinte. Uma outra versão muito popular data de 1997, com o ator Pierce Brosnan na pele de Crusoe.

01. Náufrago (2000)

Hoje quando alguém lê, ouve ou até mesmo pensa em um naufrágio, as chances de lembrar de um indivíduo como Tom Hanks isolado em uma ilha localizada no meio de lugar algum são enormes. Náufrago conta a história de Chuck Noland (Tom Hanks) homem que trabalha para a empresa transportadora FedEx e sofre um acidente quando seu avião cai em uma ilha em uma noite chuvosa. Todos os ocupantes do avião morrem, exceto Noland, que passa quatro longos anos lutando para sobreviver e um dia poder voltar à civilização. Inesquecível a amizade que Noland faz com a bola Wilson. Simplesmente impagável.
Comentários
8 Comentários

8 comentários:

Anônimo disse... Responder Comentário

FIRST

Anônimo disse... Responder Comentário

Faltaram as crianças em "O Senhor das Moscas", um mega clássico da literatura e do cinema!

Anônimo disse... Responder Comentário

pau no cú do FIRsT

Anônimo disse... Responder Comentário

Faltou TITANIC!!!

Anônimo disse... Responder Comentário

Faltou Lost

Anônimo disse... Responder Comentário

Eheheheh... dos 10 maiores "naufrágios" q vc listou, 3 não tem nenhum barco afundando!
Mar aberto, seis dias sete noites e náufrafo (apesar do título) não são filmes de naufrágio. 2 são de problemas com aviões e um é de um casal esquecido por um barco (q não afundou)

Anônimo disse... Responder Comentário

Falou de filme que nem naufrágio tem... E o titanic? Esse blog nunca mais!

Rodrigo disse... Responder Comentário

Na verdade o filme Naufrago tem esse nome por um erro na hora de se lançar o filme com um título em português, pois o nome original do filme é "Cast Away" cuja tradução seria algo parecido como "lançado fora", o que faz até mais sentido com o filme

Postar um comentário

AVISO: Adicionei comentários através do Facebook, para evitar Trolls que comentam anonimamente, além do fato de que eu queria descobrir se meus leitores são tão bonitos quanto eu.

IMPORTANTE: A partir do mês que vêm, irei excluir comentários anônimos no qual os usuários não se identifiquem, então por favor, comecem a colocar seus nomes nos comentários anônimos.

Compartilhe