29/03/2012

O estilo de música ideal

A postagem de hoje não estava programada, mas infelizmente o pessoal que veio do Ocioso, não conseguiu entender novamente o objetivo de um dos meus textos. Ás vezes as pessoas não leem o texto e querem me julgar pelo título ou falam abobrinhas sem entender o significado da postagem. Por isso falarei um pouco sobre minha opinião geral perante a música, e como já dizia Nietzche: O fanatismo é o escudo do fraco. Acompanhem:

Somos sempre melhores do que os outros em tudo, independentemente do tema somos superiores. E ai de quem não concordar, nossa palavra têm que ser a última, se discordou é discussão na certa, quando um calar a boca, mas que ainda carregará no peito aquela discordância. Não poderia ser diferente na música, tema que mobiliza milhões de pessoas pelo mundo, e que causa discussões acaloradas entre jovens que querem convencer uns aos outros de quem possui melhor opinião.

Óbvio que os fãs de Funk consideram escrotos fonemas sem nexo música, e que os de Rock não querem ver nem pintados os que escutam e amam Exaltassamba, e como o ser humano não é perfeito, não existe muito respeito entre os fãs de diferentes gêneros.


Pois bem, qual seria o gênero ideal para ouvir? Acredito que não existe um estilo musical que seja superior a outro, pois cada um tem sua preferência e o mundo é feito das diferenças. Porém me sinto extremamente ofendida quando alguém chama certos artistas de músicos, já que a música é uma arte, e pessoas que fogem completamente dos conceitos empregados por ela ainda sim se rotulam músicos.






Não tenho preconceito contra nenhum gênero, mas o mínimo que um artista deve fazer é arte. Agora vejamos, um garoto que não sabe cantar e usa auto-tune, não compões suas próprias letras, e nem mesmo monta seu figurino está fazendo arte? Como podemos comparar Justin Bieber que é só mais um produto arrumadinho da música, controlado por grandes gravadoras que não usa sua criatividade para nada com um cara que passa horas de seu dia compondo, e que apesar de não ser muito bonito, faz arte que é o que procuramos ao comprar um CD?


Quando escuto uma canção não estou procurando um modelo, não quero um rostinho bonito, meu anseio é escutar aquela melodia que dá um frio na espinha e me faz viajar. Não importa se é Lady Gaga ou Beatles, respeito qualquer artista que procura fazer arte, não sou obrigada a curtir a melodia do Pop, mas também não vou xingar quem curte. O que me deixa indignada é que muitas vezes grandes gravadoras ignoram cantores talentosos como os rapazes do Rancid, por esses não conterem a 'fórmula do sucesso' e ainda fazem isso como se o talento não contasse.


Acho que o talento deveria contar mais do que a aparência nesse ramo, se quero ver gente bonita compro uma revista de moda, agora quando quero escutar canções eu não julgo muito pela aparência. E nesse contexto não é o gênero que importa, respeito Bezerra da Silva que canta sobre sua realidade, escreve suas letras e agrada um público da mesma maneira que respeito Paul McCartney que satisfaz meus desejos. Agora como posso respeitar Britney Spears que nem sequer sabe cantar sem usar o auto-tune?






Como tudo que entra dinheiro, a música se tornou algo desprezível, empresários sedentos por faturar jogam qualquer lixo que agradem garotinhas na pré-puberdade que estão alienadas, já que nunca tiveram a oportunidade de ampliar seus conceitos. Garotos bonitos dão mais dinheiro do que um regueiro rastafari, por isso ignoram Forfun e metem Restart na programação da MTV.


Chegamos num ponto onde uma mulher falando baixaria num palco, enquanto alguns na platéia fazem o coito é chamado de espetáculo de música, algo deprimente, já que me dá enjoo comparar as obras de Bach com a MC Mayara que conta detalhes da sua primeira vez. Fonemas sem nexo não formam uma canção, isso é só mais uma prova da regressão da sociedade, respeito outros gêneros, desde que sejam arte.






Agora não entendo o motivo de um fã de Slipknot se achar superior a aquele que escuta Ramones, as pessoas são diferentes, ninguém é obrigado a gostar do mesmo tipo de música que você, vamos respeitar e deixar de ser fanáticos. Rótulos existem apenas para gerar preconceito, não é por que gosto de S.O.J.A que sou maconheira, ou por que curto três ou quatro músicas do Iron Maiden que sou metaleira. Respeito é tudo, conforme a sociedade Epicurista ensinou, devemos viver em harmonia. Punk não é superior ao Rap, cada um foi feito para um público distinto, se não curtiu troca de música e bola para a frente, pra que se preocupar com o cara do Metal enquanto têm gente que chama Créu de canção.






Somos todos diferentes, e não somos superiores, não vamos ser radicais. Escute aquilo que te deixa feliz, sendo arte que mal teria? Só não contribua para a alienação, diga não quando tentarem colocar músicos como mercadorias, vamos deixar de comprar pela aparência e valorizar o talento.


De resto, contemplo o por do Sol escutando o meu Scracho, ignoro quando algum radicalista que se acha superior vêm criticar. Cada um escuta o que gosta, ignoro rótulos, isso é besteira, não gosto de ser classificada, escuto o que tenho vontade, qual o problema de ter Beatles e Sublime na mesma playlist, isso tudo ao lado de Arctic Monkeys. Sendo música de verdade respeito, melhor do que produtos da alienação. Espero que ao menos dessa vez me entendam. Escutem o que te deixa feliz, ignora os idiotas que ficam te julgando, só não favoreço o sistema, e espero um dia no qual Rome Ramírez vai estar no Top 10 MTV, ainda fazendo música do jeito que ele gosta.



Comentários
2 Comentários

2 comentários:

Danilo disse... Responder Comentário

cara estou concordando com você desde o texto passado o pessoal não tem do que reclamar.
levantar bandeiras de bandas pra agradar pessoas e ridículo, temos que gostar de algo por gostar e nao nos fascinarmos por essas coisas

G.C disse... Responder Comentário

@DaniloInfelizmente mtos se recusam entender a mensagem passada pelo texto. Alguns nem leram o que estava escrito e começaram a me criticar. Obrigada por entender minha mensagem, e não me julgar como mtos outros.

Postar um comentário

AVISO: Adicionei comentários através do Facebook, para evitar Trolls que comentam anonimamente, além do fato de que eu queria descobrir se meus leitores são tão bonitos quanto eu.

IMPORTANTE: A partir do mês que vêm, irei excluir comentários anônimos no qual os usuários não se identifiquem, então por favor, comecem a colocar seus nomes nos comentários anônimos.

Compartilhe