22/07/2012

Apenas mais um ícone midiático

Hoje irei adotar uma proposta similar ao do vlog Desce a Letre no vídeo Lixo Sonoro. Isso, porquê irei falar sobre aqueles ícones populares, que a mídia nos força a engolir, assunto já tratado em outros textos. Espero que gostem, e entendam a proposta do meu texto, lembrando que tudo isso é apenas baseado na minha opinião.

 A música é um ramo que movimenta bilhões ao ano, e como tudo que envolve o dinheiro, o sistema conseguiu destruir a decência musical. Produtores criaram uma ''fórmula do sucesso'' que até rende lucros gigantescos, mas que se afastam do bom gosto. E infelizmente para consolidar essa legião de artistas ruins para as massas, empresários compram programações de emissoras como a MTv, para que lixos musicais toquem incessantemente e canções vergonhosas fiquem grudadas nas cabeças das pessoas.


Produtores descobriram e formaram uma tendência, que iria atingir garotas da pré-puberdade com imenso poder de compra (já que elas atormentam os pais por um produto) e poucos neurônios. E assim buscaram um ícone tão vazio quanto a cabeça dessas jovens meninas e jogaram ele na mídia, para enfeitiçar o coração daquelas que aguardam a primeira menstruação.


Parece até comercial de margarina, e é isso que deixa a nova geração excitada. Então é essa merda cheia de auto-tune que grandes emissoras irão vincular, como Duddy B não têm um sorriso que consideram lindo, ele continuará fazendo música  que poucos escutarão.


A qualidade musical deixou de ser importante na formação de um musico, o que passou a contar realmente, foi o poder de venda exercido pelo ''cantor'', que não precisava mais nem saber cantar, desde que tivesse um rostinho bonito. A mídia implantou na cabeça das meninas o que podia ser considerado bonito, e criou ídolos seguindo esses moldes. Garotas compram a aceitação ao falar que gostam de algum ídolo teen, e assim, canções deprimentes passaram a fazer parte da rotina das pessoas.


Um exemplo disso é a tendência do novo século com rapazes afeminados, nem mesmo Justin Bieber deve gostar do seu estilo, mas os produtores pedem pra ele fazer isso, pois o corte de cabelo e canções sem sentido são as coisas que garantem a fama atualmente. Se não fosse ele no topo, seria qualquer outro artista sem noção, pois são esses metrossexuais que estão arrecadando lucros.


Bieber, assim como Aaron Carter, é apenas um ícone das tendências do novo século. Atualmente o corte de cabelo ''vaca lambeu'' é o que faz sucesso, assim estará no topo aquele que se enquadrar, e se um rastafári fizer musicas decentes, porém com dreads, será ignorado. E esses ídolos normalmente não sobrevivem a primeira menstruação de suas fãs, pois quando elas crescem, passam a ter vergonha por terem gostado de cantores tão esdrúxulos.


O ídolo teen de vocês parece uma menina, até ele deve se olhar no espelho e sentir vergonha. Lembrando que 101% do show dele tem auto-tune.

Jesse McCartney, por exemplo, era sensação em 2006, mas logo foi esquecido, porque era apenas cantor de um hit, sua carreira era baseada em ser um rostinho bonito para pré-adolescentes. E quando essas malditas modinhas desaparecem, surgem cantores ainda piores para atazanarem nossos ouvidos. Isso tudo ocorre, por que a maioria das pré-adolescentes não têm engajamento político, e estão presas em amores platônicos, as músicas que elas decidem escutar são apenas reflexos de suas alienações.


A mídia condiciona para as massas artistas ruins, pois recebem o famoso ''jaba'' de alguns empresários, estes por sua vez buscam artistas manipuláveis que possam fazer o papel de rapaz bonitinho em frente as câmeras para poder encantas consumidoras em potencial. Tudo isso ocorre apenas, porquê o cantor marionete, consegue audiência, pois emissoras como a MTv colocam bandas ruins como Restart  como ícones da geração.


Isso tudo é o dinheiro corrompendo a boa música, da mesma forma que ele fez com a sociedade. Justin Bieber não deve gostar daquilo que ele representa, mas isso tudo não passa de uma condição para ele continuar fazendo sucesso, pois se metrossexuais vendem, ele terá que continuar sendo um. Assim a boa música é ignorada, pois cantores bons não possuem a ''fórmula do sucesso'' que irá encharcar a calcinha de algumas garotas idiotas, por isso Rancid é ignorado e a Banda Cine é idolatrada. E se músicos ruins continuam nos holofotes, é porquê eles rendem, por isso devemos ser maioria e parar de dar audiência para a música ruim.


Gurias retardadas seriam fã dele no passado, felizmente ninguém mais sabem quem ele é.

Comentários
11 Comentários

11 comentários:

Anônimo disse... Responder Comentário

Muito bom, como sempre textos otimos.

Giovanna Carneiro disse... Responder Comentário

Obrigada, estava a algum tempo sem escrever e fico feliz que tenha gostado

Anônimo disse... Responder Comentário

Comecei a ler hoje os textos do x-tudo.net, adorei, mesmo sendo uma menina de 13 anos que geralmente iria odiar pelas críticas dos cantores. Ainda bem que fui 'protegida' pela minha irmã com seu gosto musical baseado em Jason Mraz, coldplay, Seu Jorge .. Mesmo assim eu ainda não deixo de gostar de projota (coisa que ela odeia .. hehe'

Giovanna Carneiro disse... Responder Comentário

Continue acessando o site, fico realmente feliz por você ter gostado. Temos muitos textos espalhados aqui, apesar de ultimamente eu ficar com um pouco de preguiça de escrever.

Bem, também gosto de Projota hahaha, ele é tipo rap para baixinhos, mas é legal pq consegue atingir várias pessoas. Vendo minhas postagens, facilmente identifica meu gosto musical.

Anônimo disse... Responder Comentário

Sim, sim .. Como Beatles . Mesmo com os 8 fatores desagradáveis sobre john .. (: Adorei ..

Anônimo disse... Responder Comentário

Eu era fã do Aaron, e realmente ainda bem que ninguém lembra mais dele, pq era um lixo. As coisas sempre foram ruins, mas Funk esculaxa mtooo. Bonde da Stronda então neem se fala

Anônimo disse... Responder Comentário

Música que é feita pra vender pra grandes massas é lixo, ponto final.

Anônimo disse... Responder Comentário

Definir como lixo?Desnecessário.
Justin Bieber é muito talentoso até..toca vários instrumentos e tem uma voz agradável,mas como ele faz sucesso entre um público "teen" é crucificado.
Embora não curta a música que ele canta,tem que se dar crédito ao garoto.
E você fala como se os costumes atuais sejam sem-sentido,esses costumes e valores são reciclados,nada novo.O cabelo "vaca lambeu" tão criticado era usado pelos beatles.
O problema dessas pessoas que criticam,é achar que as músicas que eles gostam é que são realmente música e não o "lixo" que a massa ouve. Quanta hipocrisia.
Esse sentimento que vocês tentam alimentar de tentar ser diferente é besteira.Todos somos diferentes,nenhum é melhor que o outro.

Giovanna Carneiro disse... Responder Comentário

@AnônimoPode ser difícil de enxergar, mas JB é apenas um fantoche. Ele sabe tocar, mas não toca, sabe cantar, mas não canta, então do que adianta talento se ele não mostra?

Ele é controlado, não têm nada de original, da mesma forma que os Beatles eram controlados pelos empresários quando usavam aquele cabelo (a diferença é que eles faziam excelentes canções e sabiam tocar). Seu ídolo só faz playback, têm voz de menina, e se não seguisse o que os empresários mandam, ainda estaria fazendo vídeos toscos para o YouTube

mariana disse... Responder Comentário

Eu não entendi qual relevância do cara ser afeminado em relação a comercialização da música, sobre o resto o seu texto é até interessante de alguma perspectivas que eu também compartilho. Um produto brasileiro comercializados em novela que é uma porcaria é o Rebelde. Eles definitivamente não sabem cantar mas fazem a cabeça da mulecada.

Sobre o afeminado até Ney Mato Grosso e Boy George já foram, nem por isso são necessariamente ruins. A questão é como esses jovens se tornam um produto para agradar jovens, como foi citado posteriormente no seu texto.

Giovanna Carneiro disse... Responder Comentário

@marianaO problema não é ele ser afeminado (só acho estranho garotas se apaixonarem por um menino que parece uma garota), e sim o fato dele usar playback em 101% do show,compor canções vazias e fúteis.

Não tem poesia como uma canção de Paul McCartney ou habilidade nos instrumentos como a de Jimmy Hendrix, ele não canta por horas no palco como Ney Matogrosso e nem tem personalidade como Duddy B, só isso.

Eu toco baixo, violão e guitarra, quer dizer que se eu falar Baby no palco (com modificações no pc), já poderei ser considerada uma artista? Não tem como eu gostar de um astro sem personalidade, que segue aquilo que os empresários mandam.

Postar um comentário

AVISO: Adicionei comentários através do Facebook, para evitar Trolls que comentam anonimamente, além do fato de que eu queria descobrir se meus leitores são tão bonitos quanto eu.

IMPORTANTE: A partir do mês que vêm, irei excluir comentários anônimos no qual os usuários não se identifiquem, então por favor, comecem a colocar seus nomes nos comentários anônimos.

Compartilhe