03/08/2012

O homem nasce bom por natureza, mas a sociedade o corrompe

Aproveitando a vibe em que julgamos as ações humanas, vou discutir sobre uma interessante frase do filósofo Jean-Jacques Rousseau. O homem seria bom por natureza e a sociedade está denegrindo os valores morais dele? É sempre importante analisar grandes fatores da nossa sociedade e essa frase consegue explicar com maestria muitas de nossas dúvidas sobre o humano e suas relações.

A igreja sempre impôs a teoria de que nascemos pecadores, porém devemos abdicar dessa vida e encontrar o sublime ao seguir Jesus. Assim nossas atitudes são extintivas, estamos marcados para pecar, mas Deus numa atitude de humor negro tornou todas nossas vontades em pecado, e aqueles que driblam os extintos são os que alcançarão o reino dos céus. Assim, a igreja despreza sentimentos naturais como o ódio, deixando o humano com culpa, algo que o torna um alguém infeliz. 

O renomado filósofo francês Rousseau, divulgou uma frase que vai totalmente contra o conceito bíblico, mas consegue ser exata e totalmente verídica. Ele diz: ''O homem nasce bom por natureza. É a sociedade que o corrompe''. E esse discurso consegue ser totalmente atual, mostrando como a sociedade destrói nossos caráteres e sonhos em prol dos objetivos da elite.




Um bebê nasce com a mais doce pureza em seu sorriso, uma criança consegue ser feliz com seu reflexo no espelho, mas detalhes da inocência são perdidos durante as etapas do amadurecimento, tornando uma bela criança em um adulto desalmado. Quando você nasce, necessita apenas do essencial como comida e carinho, mas enquanto cresce, a sociedade cobra valores desnecessários e consegue ir deixando sua mente transtornada.


A religião (pregada e distorcida pelos homens) serve como meio de corrupção da mente, pois ela dita valores que você nunca conseguirá seguir, fazendo com que você desperdice sua vida, se martirizando por ser um ''pecador''. As crenças como pregadas (muitas vezes erroneamente para poder controlar a humanidade), banem o ódio (algo natural do humano) e reprimem ações naturais humanas que não deveriam ser tratadas como algo ''errado''.


Uma criança mantém a mais pura inocência, mas no decorrer da vida ela é bombardeada por estímulos e dogmas que conseguem corromper a alma. Uma jovem pessoa, acredita na paz e carrega esperança, mas aos poucos a sociedade consegue corroer cada sonho, falando de uma maneira brutal que tudo aquilo era mentira. Ás vezes a pobreza torna um homem em ladrão, sua consciência pede que ele não faça isso, mas o mundo o obriga a roubar.



A mídia desde cedo mostra para as crianças o que a sociedade exige, através de desenhos e comercias passa um falso retrato da felicidade, corrompendo o que pobres garotos tinham como certo. Até certo ponto, uma criança acredita que pode ser feliz com amigos, mas a mídia mostra que uma Amoeba vai torná-la alguém muito mais contente e assim os valores vão se perdendo. Então a criança vai criando sede por dinheiro, pois para ser feliz ela vai ter que ganhar uma Barbie ou Max Steel, e assim ela vai esquecendo das pequenas coisas que sempre garantiram largos sorrisos.


As crianças também são expostas continuamente a violência e isso faz com que coisas terríveis se tornem algo cotidiano. Todos nascem sabendo que é errado bater nos outros, mas a mídia idolatra isso e os valores naturais acabam sendo moldados, segurar uma arma passa a ser algo banal e para os oprimidos que crescem em uma comunidade, já é esperado que vire criminoso, na verdade muitos idolatram os bandidos, graças as suas posses. Então as crianças que crescem na favela são expostas a vida do crime e se torna carma virar alguém ligado as atividades ilícitas.


Um jovem vai crescendo e criando ideologias, com a esperança de que as coisas podem melhorar e de que ele talvez faça a diferença. Mas todos dizem que isso é impossível, a sociedade zomba das tentativas de melhora. Um rapaz decidi que não vai trabalhar e vai se dedicar a real felicidade, mas os pais acham que ele é um ''vagabundo'', o mundo o vê como preguiçoso e todos acham que propostas de melhoras são simplesmente utópicas. Dessa maneira o adolescente vai se conformando, corta os cabelos compridos e completa seus estudos, entra numa faculdade e passa a ser apenas mais um grão de areia perdido entre tantos outros.






As pessoas naturalmente são puras, em suas mentes está plantado um código de ética que sabe o que é errado, elas são boas, têm compaixão. Mas a sociedade prega como se fosse uma religião a ganância e os valores deploráveis que destroem o mundo. A sociedade implanta que a felicidade é baseada no poder, assim lunáticos saem matando milhões para conseguir hegemonia e tentar suprir necessidades que seriam recompensadas com pequenos atos.


Você sabe que um abraço te satisfaz, mas a televisão diz que para você conseguir mais abraços e atenção terá que usar um tênis caro. Você é pobre, naturalmente ama as pessoas que vive ao seu redor, mas você também possui uma necessidade extintiva de individualidade, então você prefere roubar por status do que ser julgado porquê seu tênis não custa 100 reais a mais do que os de seus amigos. Assim o mundo pede que você faça o errado, porquê se você não tiver poder de compra, será infeliz (tudo isso voltado para o consumismo).


O homem têm a possibilidade de escolher quais valores seguir, mas os errados sempre parecem mais atrativos e a sociedade os empurra e faz propaganda constante, mesmo quando a consciência pede para você ir contra o que é imposto. Os valores foram invertidos, a filosofia esquecida e o raciocinar se tornou algo dispensável, pois é mais fácil controlar o alienado. A sociedade trabalha para que você se torne um consumista alienado que vai render lucros e os poderosos anteriormente foram corrompidos pela sociedade que cobrou poder deles. E assim, novas gerações são cobradas por coisas que nem deveriam existir, o caráter é esquecido, e o mundo pergunta apenas se sua camisa é Abercrombie ou C&A.






Nascemos como um papel em branco, tudo que somos é escrito através de experiências vividas durante a vida, o que vivemos interfere diretamente no que somos. A nossa natureza boa pode escolher o que de bom ou ruim será escrito nesse papel, porém a tentação dos prazeres fáceis oferecidos pela sociedade estimulam que escrevamos coisas desagradáveis para obtermos facilidades. Então para você poder manter sua natureza boa na vida adulta, deve saber que muito do que a sociedade corruptível oferece é errado.


Alguns optam pelas facilidades e desde pequenos constroem um caráter deplorável, mas todos um dia tiveram a consciência do certo ou errado, infelizmente alguns deixam os ecos da sociedade abafar os gritos da bondade natural. A maior parte das pessoas são corrompidas para se sentirem aceitas, vendem suas almas para poderem ter aquilo que a mídia diz que trará felicidade e perde os escrúpulos para poder mostrar que está no poder. Além de tudo, a religião e a sociedade te culpam pelo natural, brigam com você por sentir raiva, fazendo você se tornar alguém infeliz que busca incansavelmente a perfeição que é algo impossível.



Toda essa situação deveria ser alterada, de forma urgente, pois a cada geração estamos mais perdidos. A sociedade deveria cobrar os valores positivos, não os negativos como faz ao longo do tempo. A religião deveria parar de alienar e controlar a humanidade, cobrando o impossível e oprimindo traços naturais dos humanos. As ideologias deveriam parar de ser tratadas como coisa de ''louco'', pois se a massa sempre fez errado, não é loucura tentar fazer diferente e sim continuar batendo com a cabeça na parede. A igualdade social poderia ser alcançada e a cobrança constante por status encerrada, pois assim o homem deixaria de se corromper para obter lucro.


A felicidade de uma criança poderia ser priorizada e os sonhos exaltados, pois mercadorias nunca vão comprar nossos bons momentos, pois os maiores sorrisos vem de situações simples. A mídia poderia parar de dizer que podemos comprar o amor e a alegria, pois assim algumas pessoas dariam valor ao que merece e parariam de desperdiçar suas vidas em escritórios só para engordarem a conta bancária. Cada minuto de vida poderia ser aproveitado, mostrando a bondade natural que consome nossa alma e massacra nossa mente quando seguimos a sociedade. 


As ideologias poderiam deixar de ser frutos de uma mente utópica e o sonhador ter coragem de botar seus pensamentos em prática, pois o pior que a sociedade faz, é julgar os pensamentos e atitudes que tentam buscar a melhora.  Enquanto as coisas não progridem, eu mudo em meus próprios caminhos, para driblar o horror da existência, que a sociedade propaga. Pois a sociedade corrompe o homem, fazendo mentiras virarem verdade. A sociedade deixa nossos verdadeiros sonhos e o desejo de felicidade longe da realidade.



Comentários
8 Comentários

8 comentários:

teocracia disse... Responder Comentário

Cara que texto maravilhoso, no começo achei meio ideologicamente vermelho, mas no discorrer entrega-se uma alma que busca a pureza do simples do amor incondicional, que na simples busca do viver com a intensidade do não haver amanhã, da prioridade em compartilhar os momentos com pessoas e não com objetos.
Engraçado é que sou teólogo cristão e um dos maiores trunfos do cristianismo seria justamente a valorização do ser e não a do ter, e hoje se encontra as avessas desse mandamento primordial, para justamente controlar a massa. Mas pregamos aquilo que somos, mas se falamos aquilo que não vivemos não convencemos. Parabéns pelo texo.

Desajustados disse... Responder Comentário

Excelente texto meu amigo, vamos continuar colocando nossas idéias pra mudar o possível a nossa sociedade. PARABÉNS!!!!!

Anônimo disse... Responder Comentário

sou da opinião contraria o homem não é corrompido pela sociedade, mas a sociedade e corrompida pelos homens, no tocante aos bebes eles não nascem em branco qualquer com um pouco de observação percebe que cada um possui uma personalidade distinta que pode ser observada ainda intra-útero, no geral todo homem (do sexo masculino mesmo) é propenso a violência dai o papel da sociedade de "castrar" tal impeto de resolver os problemas pela força.

Giovanna Carneiro disse... Responder Comentário

@Anônimo Você apresenta uma alternativa interessante, apesar de contrária aos meus pensamentos. Na verdade a sociedade tenta lidar com aspectos naturais, e isso nos torna depressivos. Já assistiu Clube da Luta? Ás vezes precisamos de brigar e gritar, é algo natural, e castrar algo tão natural é ruim

Anônimo disse... Responder Comentário

Mas que pensamento de socialista hein! Nem vou comentar nada.

Giovanna Carneiro disse... Responder Comentário

@Anônimo O que teria de socialista no texto? Sinceramente eu acho que o socialismo nunca irá dar certo, pois depende da bondade humana para funcionar e o homem quando tem poder fica louco.

Só estou falando que o mundo vai corrompendo o ser, pois cobra o ter. Nada de socialismo, apenas a sociedade que cobra exaustivamente o consumismo

João Marco disse... Responder Comentário

Texto, bem feito, mas tenho que discordar.
O homem não é bom por natureza, quando você fala da pureza de uma criança, eu lhe pergunto se você tomou conta de mais de 3 crianças de 2 anos juntas ?
Você vê seu discurso cair por terra em menos de 2 horas, em poucos minutos uma vai socar a outra para pegar o brinquedo dela, o homem é corrompido tal qual a natureza é corrompida, um exemplo clássico são os gnus (aquele boi selvagem africano) que quando consegue espantar grupos de leões que os atacam, matam os filhotes de leões deixados no caminho, sim a natureza não perdoa também, mesmo um filhote inocente, é uma preocupação para futuras gerações de gnus, ou seja até mesmo na natureza existe "nepotismo", no sentido de ajudar meus familiares primeiro.
Um caso pessoal é que nos meus 6 anos de idade, com toda minha "inocência", eu roubei o brinquedo de um amigo, eu me senti mal, mas era algo que eu desejava, então meus pais quando descobriram me puniram, e ali, vendo a decepção nos olhos deles, eu prometi para mim, mesmo que jamais roubaria de novo, então não foi minha carateristica pura que me fez ser bom, mas a correção dos meus pais, e o arrependimento.
Meu pai nasceu do lado da favela da mangueira, teve uma infância pobre, não foi jogador de futebol, nem sambista, ele estudou, trabalhou com tudo, se tornou um engenheiro bem sucedido, hoje mora em um dos melhores bairros do Rio de janeiro, tudo isso porque assumiu responsabilidades, logo culpar a sociedade por problemas pessoais é de uma fraqueza moral sem tamanho, algo comum em nossa sociedade mimada, que quer tudo, mas não quer servir em nada.
Enfim, concordo que o ter não reflete em nada sobre o que é o homem, e uma sociedade tão consumista irá acabar se transformando em uma grande ruina, lotada de pessoas solitárias, mas mesmo assim, nós somos feitos de nossas escolhas, podemos ser pessoas melhores todos os dias, só depende de nós.

Giovanna Carneiro disse... Responder Comentário

@João Marco Concordo parcialmente com seu discurso. Crianças de dois anos já estão crescidas, já passaram por situações e etc. Quando dou esse exemplo me refiro a bebês com 2 meses, pode pegar quatro e todos esses serão iguais.

Também acho que bandido não pode usar como desculpa a pobreza para os seus maus atos, mas infelizmente a sociedade consumista cobra exaustivamente poses e um cara desestruturado vai acabar fazendo merda. Então temos que usar a consciência e seguir o bom caminho, como no caso do seu pai.

Eu também falei do extinto animal, nós naturalmente temos a ética implantada em nossas mentes, mas sentimentos como o ódio são naturais. Nesse ponto eu critico a igreja por cobrar que sejamos perfeitos, mesmo quando naturalmente agimos como animais.

Essa é minha opinião, gosto de debates. Acho legal você ter lido o texto e expressar a forma como pensa. O que me agrada, é que é unanimidade o pensamento de que o consumismo esta destruindo a sociedade

Postar um comentário

AVISO: Adicionei comentários através do Facebook, para evitar Trolls que comentam anonimamente, além do fato de que eu queria descobrir se meus leitores são tão bonitos quanto eu.

IMPORTANTE: A partir do mês que vêm, irei excluir comentários anônimos no qual os usuários não se identifiquem, então por favor, comecem a colocar seus nomes nos comentários anônimos.

Compartilhe