02/08/2012

Os quinze melhores clipes da história da música eleitos pela NME

O site especializado em música, NME elaborou um ranking dos dez melhores vídeo-clipes da história da música. Como ficaria super complicado colocar a lista toda, pegamos os quinze melhores e postamos aqui no blog, para você sentir um pouco dos melhores clipes da música. Eu particularmente senti falta de clássicos como Thriller, mas como não fui eu que fiz a lista, fico apenas julgando sem ser ouvida. Espero que curtam e digam o que vocês sentiram falta, já que essa é uma lista séria, confiram ela completa nesse link.

15. Ok Go - This Too Shall Pass:



O clipe foi dirigido por James Frost, é visto a banda cantando entre algumas máquinas que funcionam como aqueles dominós que caem em cascata. É muito interessante a ideia que em conjunto com a canção se torna algo extremamente original.

14. Vampire Weekend - A Punk:





O clipe foi dirigido por Garth Jennings, e ficou algo simples, porém divertido. Foi usada a técnica de sped-up-stop, algo que funcionou muito bem juntamente com a música. Além do filtro azul que deu uma imagem animada a tudo.


13. MIA - Born Free:





O nosso décimo terceiro colocado foi dirigido por Romain Gavras, e é um clipe realmente chocante. Com cenas de extrema violência, possui um momento poderoso e épico que fica gravado na mente dos telespectadores, quando uma jovem recebe um tiro na cabeça. O clipe é tão chocante, que chegou a ser banido do YouTube.


12. The Horrors - Sheena is a Parasite:





O clipe foi dirigido pelo lendário Chris Cunningham e consegue ser simplesmente explosivo. Ele é épico e finaliza majestosamente, quando aparecem closes da pobre menina com uma expressão de assustada.


11. Hole - Doll Parts:





O clipe é de Samuel Bayer, o cara já tinha dirigido Nirvana e Smashing Pumpkins, conseguindo fazer um excelente trabalho com a banda de Courtney Love. A canção é suave, composta como forma de Courtney declarar seu amor por Kurt Cobain. O trabalho ficou muito bom.


10. The Prodigy - Smack My Bitch Up:





O clipe dirigido por Jonas Âkerlund é fantástico. Ele consegue ser realmente interessante, ao mostrar em primeira pessoa uma noitada de sexo e drogas, numa forma realmente realista e até mesmo chocante para muitos.


9. Sigur Ros - Vidrar Vel Til Loftarasa:





O clipe dirigido por Arni e Kinsky é polêmico e revolucionário, ao mostrar o beijo entre dois rapazes dos anos cinquenta, que trocam carinhos após uma partida de futebol. É impressionante ver a face angustiada dos meninos após o beijo, eles apresentam medo e preocupação em seus olhares, algo único.


8. Beastie Boys - Sabotege:





O clipe de Spime Jonzy é cômico, sendo uma sátira da S.W.A.T e do programa Hawaii Five-O. É com certeza um clássico noventista que encantou toda uma geração.


7. Weezer - Buddy Holly:





O clipe que alavancou a carreira do Weezer foi dirigido por Spike Jonze, mostrando o talento dos rapazes que fazem uma apresentação que lembra a invasão britânica dos anos noventa. A música parece uma homenagem ao ídolo do Rock Buddy Holly, e é realmente empolgante e engraçada a dancinha de Rivers ao final do vídeo.


6. Foo Fighters - Everlong:





Dirigido por Michael Gondry, é só mais u brilhante vídeo dessa próspera parceria. A imagem é devastadora e tudo fica perfeito quando Taylor toca bateria sentado na cama.


5. Bjork - All is Full Of Love:





Outro excelente clipe dirigido por Chris Cunningham, mostra a relação dramática entre dois robôs, mobilizando e emocionando quem assiste o vídeo promocional.


4. Soundgarden - Black Hole Sun:





O nosso quarto lugar foi dirigido por Harold Greenhalgh, e no final dá aquela estranha de WTF? Na verdade, tudo é uma sátira ao ideal de família americana, funcionando com moderado humor negro.


3. Chris Isaak - Wiked Game:





Quase no final da lista, nosso terceiro lugar foi dirigido por Hebert Ritts. Após a onda do hip-hop os clipes passaram a ser mais provocativos, e esse vídeo faz exatamente isso, mostrando cenas de extrema provocação sexual.


2. Radiohead - Just:





Esse clipe é de Mark Romanek, e consegue ser extremamente enigmático. Todos querem saber qual é a mentira escondida, mas os créditos finais aparecem bem no final, quando o grande segredo iria ser revelado, deixando os telespectadores ainda mais ansiosos.


1. Johnny Cash - Hurt:





O clipe dirigido por Mark Romanek consegue levar o título de melhor de todos os tempos. Esse vídeo é composto por montagens de imagens, em contraste com Johnny idoso tocando piano. Tudo isso ganha mais força, após a morte de Johnny, que aconteceu sete meses após o clipe ser lançado.
Comentários
1 Comentários

1 comentários:

Anônimo disse... Responder Comentário

cara fica demais quando voce coloca todos os clipes para rodar ao memo tempo ...

Postar um comentário

AVISO: Adicionei comentários através do Facebook, para evitar Trolls que comentam anonimamente, além do fato de que eu queria descobrir se meus leitores são tão bonitos quanto eu.

IMPORTANTE: A partir do mês que vêm, irei excluir comentários anônimos no qual os usuários não se identifiquem, então por favor, comecem a colocar seus nomes nos comentários anônimos.

Compartilhe