17 de ago de 2015

Algo a mais



Joões e Marias, vítimas da correria,
fazendo da ordem o caos,
rastejam através de uma rotina banal.

E foi entre essa multidão de falsos sorrisos,
que te vislumbrei esbanjando bons adjetivos,
e foi ai que eu pude sentir,
que meu eu inquieto poderia ser completo
se eu te tivesse aqui.

Menina serena,
anda por ai com essa face amena,
vem cá pequena,
deixa eu te escrever um poema,
destrinchando a tese de que
você é a solução dos meus problemas.

Conversas vazias abrem um repertório vasto,
para nossas bocas tagarelas que discutem
algo além do clichê instaurado.

Me conforto nos risos soltos,
e na paz dos seus traços
quando esses são dados,
eu sempre me esbaldo.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

AVISO: Adicionei comentários através do Facebook, para evitar Trolls que comentam anonimamente, além do fato de que eu queria descobrir se meus leitores são tão bonitos quanto eu.

IMPORTANTE: A partir do mês que vêm, irei excluir comentários anônimos no qual os usuários não se identifiquem, então por favor, comecem a colocar seus nomes nos comentários anônimos.

Compartilhe